Independentemente do tamanho da sua empresa, existem coisas que você não pode ignorar e deve ser muito claro antes de montar sua loja virtual. O sucesso dependerá disso… ou do fracasso.

O comércio eletrônico vem crescendo ano após ano em todo o mundo. Portanto, não é surpresa que você queira abrir uma loja virtual para sua empresa. 

Mas não subestime um canal de vendas digital. Só porque é virtual não significa que seja fácil. Pelo contrário, é tão difícil como ter uma loja física, com a diferença de estar aberta ao público, 24 horas por dia.

É por isso, que antes de criar uma loja online você deve ler esse artigo!

Certifique-se de que você está pronto para ficar online

Antes de começar, pense em sua estratégia. Quais produtos ou serviços você venderá online? Quem serão seus clientes? Como os clientes encontrarão seu site? Que tipo de experiência você vai dar a eles? Como você protegerá suas informações?

Certifique-se de escolher um nicho no qual você esteja pessoalmente interessado. Se você não estiver empenhado no que está vendendo, perderá rapidamente sua paixão.

Concentre bem sua estratégia

Quando você monta uma loja virtual com um orçamento baixo, é impossível esperar bons resultados no curto prazo. Para que o seu negócio comece a gerar dinheiro, é claro que você precisa de investimentos e atividades de marketing que visem aumentar o tráfego qualificado e as vendas da sua loja online.

Portanto, você deve presumir que antes de começar a recuperar seu investimento na criação da loja online, você precisará de uma boa estratégia, focada na melhoria do seu negócio.

Escolha sua plataforma online

Você está pronto para criar seu próprio site ou faz sentido abrir uma loja em um mercado existente? O ideal é que você faça as duas coisas para maximizar a visibilidade da sua marca e alcançar mais clientes. 

Mas talvez você queira começar com um, e expandir para o outro mais tarde. 

Aqui estão alguns prós e contras para ajudá-lo a decidir por onde começar.

Prós

  • Começar é bastante rápido e barato (ou mesmo grátis).
  • O mercado já está cheio de clientes em potencial.
  • As plataformas são projetadas para serem fáceis de usar — é simples adicionar novos itens ou alterar preços.
  • Não se preocupe com o lado técnico das coisas — uma equipe dedicada cuida de tudo isso.

Contras

  • Você compete com muitos outros vendedores.
  • Menos margem de manobra para marca e personalização.
  • Você pode ter pouca, ou nenhuma oportunidade de se comunicar diretamente com seus clientes (o que significa menos oportunidades de marketing).
  • Os compradores podem se concentrar mais nos produtos do que nos vendedores, portanto, pode ser mais difícil divulgar sua marca.

Dica extra

Como recomendação final, não se esqueça de fazer um acompanhamento pós-venda. Se você deseja que um cliente o considere uma opção em sua próxima compra virtual, você deve estar presente, mesmo depois de ele ter recebido a compra. 

Interesse-se pela opinião do seu cliente sobre o desempenho do produto, pergunte se ele chegou em boas condições, se ele tem alguma reclamação durante o processo de compra ou se tem alguma recomendação para melhorá-lo. 

Mesmo com o tempo, continue enviando ao cliente promoções que o convidem a comprar novamente em sua loja, e talvez ele se torne um cliente fiel da marca.